Análise 45: The Legend of Zelda: A Link Between Worlds (3DS)

Até que enfim voltamos a fazer análises de 3DS, a última foi em Dezembro, de Zelda Ocarina Of Time, mas hoje iremos fazer do 2º jogo de Zelda para o console: A Link's Between Worlds. Agora somente falta Majora's Mask 3D para analisar.
Esse game é muito bom!!!! Mas bora começar a análise:

Os gráficos do game são muito bons, o 3D foi bem-feito, as cutscenes são nota 10!!! O Link nas paredes parece mesmo um quadro, mas tipo isso:
Os personagens foram bem-feitos, mas tem um problema:
Como diabos isso é um Homem!!!!!!!! Eu não acredito, parece até o Raiden do Metal Gear, parece mulher, mas na verdade é HOMEM!!!!
Como estava falando, tudo nos gráficos são bons, desde os personagens até os cenários de Hyrule e Lowrule (é, eu também achei essa piada bem ruim)
Outra coisa: ele mantém o mesmo artstyle do game de 16 bits que é a prequel desse game: A Link to the Past, que é um clássico do SNES, depois eu trago uma análise dele. Mas agora você vê os personagens!!!! E o Link não tem mais cabelo rosa.

PQ c****** o Link tinha cabelo rosa?

A jogabilidade é a mesma do A Link to the Past, vista de cima, 2 slots de items, espada que solta lasers, mas tem a nova habilidade de entrar nas paredes que só o link pode! Só que não. Você tem novos items, mas também antigos que você vai se lembrar muito bem, você pode melhorar sua Master Sword, encontrar items novos, mas tem um vendedor que te dá items por um preço baixo, os chefes tem formas diferentes de ser derrotados, ou seja, cada chefe é uma forma criativa de luta, você também quebra
o ciclo de Zelda, que você vai na Dungeon, pega um item, resolve puzzles, derrota o chefe e nunca mais usa aquele item
mas nesse game, você aluga ou compra 1, 2 ou 3 items, escolhe qualquer dungeon, resolve vários puzzles, derrota o chefe e se prepare, pois você vai usar o item

A trilha sonora é
AWESOME!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Composta principalmente de remixes de jogos de Zelda, principalmente A Link to the Past, existem músicas orquestradas, cada chefe tem várias músicas diferentes, o que dá variação, cada lugar tem músicas AWESOME, além de várias músicas novas que você vai adorar, é sério!!! É muito bom. Não vou mais falar nada, ouçam ela e deixem nos comentários.

A dificuldade é boa, cada templo tem uma dificuldade muito boa, os puzzles são um pouco difíceis e achar cada coisa extra para melhorar items e você mesmo são muito escondidas, cada lugar você precisa usar sua habilidade de entrar em paredes para resolver enigmas, se esconder de inimigos e não morrer, pois se morrer, volta para o último checkpoint, que é a última vez que salvou, e você tem que ganhar o portal do meio do templo para não precisar fazer tudo de novo, e se não salvar.


Os personagens são Link, Zelda, Yuga (o que parecia mulher, mas é home), as versões dark deles e outras coisas, você vai ver também outros personagens, como Zoras verdes assassinos e amigos, orktoroks (acho que é isso) dos anos 90, entre outras coisas.

O replay é incrível, você sempre vai voltar a certos lugares para procurar items novos, resolver mais puzzles, aumentar sua vida, aumentar sua Stamina, aumentar seu poder, melhorar suas roupas, desde a comum verde até a ultra cheia de SANGUE (a vermelha)
As melhores coisas são os items valiosos, o mais caro é a abelha de ouro, que vale 9999 rupees, (já dá para trocar por uma frigideira dourada do Team Fortress 2, vou fazer isso com meu amigo)

Extras:
- Jogo online de luta.
- Items novos.
- Puzzles.
- Sub-quests.
- Mini-games.
- Refazer a p**** do chefe final.
- Etc.

Nota:
Gráficos: 9,5 de 10.
Jogabilidade: 9,5 de 10.
Som: 10 de 10.
Dificuldade: 10 de 10.
Personagens: 9,0 de 10.
Replay: 10 de 10.
Extras: 10 de 10.

Nota total:
10 de 10.
98%

Nota em medalhas: 

E esse foi The Legend of Zelda: A Link Between Worlds, o game é muito bom, sem pontos negativos, você precisa jogar esse e Ocarina Of Time, senão eu vou com uma bazuca de última geração e te atiro enquanto te obrigo a ouvir todas as músicas do Justin Bieber por 48 horas sem dormir, e você amarrado numa cadeira feita de aranhas!!!
E esse jogo está:

Share on Google Plus

About Cássio Barcellos

    Blogger Comment
    Facebook Comment