Análise 65: Super Meat Boy (NO CÉU TEM CARNE!!)

Olá gente, depois de quase 40 dias sem posts e 2 meses sem análise alguma, voltei, estava mais preocupado com a escola, então só voltei hoje. O especial da Titus foi cancelado, pois meu PC pegou um vírus após baixar FNAF pirata na internet, daí tive que redefinir meu PC e nisso perdi todos meus emuladores, então, fiquei sem jogos para analisar, por isso, vou voltar a ativa sem mais Titus.
Agora analisaremos:
Metacritic: 87%
GameRankings: 91.25%
IGN: 9.0 de 10.
Steam: 95%
Common Sense Media: 4 de 5.

Vamos começar o review!!!
 
Os gráficos do jogo são bons, tem seu charme, as animações em jogo são boas e vê-se realmente o movimento de cada personagem, principalmente o Head Crab, que achei muito bem animado, o cenário é bem feito e há variações de background e obstáculos conforme o jogo segue, por exemplo. Na floresta tem muitas serras, no hospital tem muitas agulhas e inimigos feitos de sangue, na fábrica de sal tem, bem, sal! (que eu não sei por que que mata o personagem principal quando carne salgada é sempre melhor que sem sal algum). Essa variação encontra-se nos personagens também, isso falaremos depois. As cutscenes iniciais de cada "mundo" são baseadas em jogos antigos dos anos 80 e 90, como a cutscene da floresta, que representa Street Fighter 2, a cutscene do hospital, que representa Castlevania, etc. Nas cutscenes de fim de mundo.
Há muito humor e a interação dos personagens, mesmo sem falas, é boa, até a animação que apresenta todos os personagens no começo do game é bem-feita (e engraçada). Por isso, os gráficos ganham um 9.5 de 10, são meio simples e por isso essa nota, mas que são bonitos, são.

A jogabilidade é tão boa que você se sente responsável por suas mortes no jogo, os controles funcionam muito bem, são precisos. Se você aperta um botão na hora errada, você provavelmente morre, e quando você aperta o botão na hora certa, exatamente no segundo que você apertou o shift, as setas ou espaço, você faz uma ação, e por isso muitas vezes você morre por alguma besteira que você fez. Cada personagem tem seus movimentos próprios, Tim, de Braid, pode voltar no tempo, Commander Video pode flutuar, Ogmo e The Kid podem pular duas vezes, o headcrab e o goo grudam nas paredes, etc. Cada nível do game tem sua estratégia, o que muda a jogabilidade, e a frustração. Por isso eu dou um 10 para a jogabilidade, mesmo eu me ferrando com o teclado!

A música, ahhhhhh, a música!!!!
 
Com certeza, a melhor coisa do jogo é a música, se repete sempre nas fases de cada mundo, menos na fase de boss do mundo, existem 5 músicas para cada nível: A música da Cutscene inicial, a música do mapa, a música das fases, a música do boss e a música das Warp Zones, que são em 8 bits. Todas elas são muito f*das, incrivelmente, elas se repetem milhões de vezes enquanto você anda e morre, mas nunca ficam chatas, só melhoram a experiência. São exemplos de rock, jazz e pop durante o jogo todo, o que me agradou muito. Por isso eu dou um 10 para todos os sons e músicas.

UMA COISA:Super Meat Boy é um jogo muuuuuuito difícil, cada fase tem o nível de dificuldade 9.2 na escala Richter, pode parecer fácil olhando, mas você pode morrer mais de 100 vezes em um só nível, e caso você zerar o jogo 100% com menos de 10000 mortes, lhe dou os maiores parabéns.
Você precisa de paciência no jogo, como disse na parte da jogabilidade, um movimento em falso e você recomeça do início da fase, um hit e você morre, e tem serras, inimigos, lava, buracos e mais serras em todo lugar!!! Agora falaremos da verdadeira dificuldade dos completadores: BAND-AIDS
Existem 100 band-aids nas fases de Meat Boy, e eles são difíceis com D maiúsculo de pegar!!!! Alguns para pegar você precisa pular num certo lugar, ir pegar algo atrás do fim da fase (bandage girl) para abrir uma jaula com um band-aid dentro e além disso, pegar o band-aid e com sucesso salvar Bandage Girl, sua namorada, por isso que é somente 2% dos jogadores desse jogo conseguiram zerar 100% do jogo. Além disso cada nível tem um ranking, caso terminar a fase em menos de um certo tempo, você ganha o ranking A+, que é necessário para terminar o jogo. O jogo é muito difícil, mas nunca injusto, por isso eu dou um 9.0 de 10 em dificuldade.

O jogo tem muitos personagens, alguns que você ganha a partir de códigos no jogo, como OUTATIME, que você desbloqueia Tim, de Braid, ou BALLGOO, que desbloqueia o goo, de World of Goo, mas outros são desbloqueados com certo número de band-aids, e pela comunidade, o personagem mais difícil de conseguir é STEVE, do jogo MINECRAFT.
Sim, ele, Steve, do jogo que falamos há um tempo atrás, Minecraft, está em Super Meat Boy e é desbloqueado por pegar TODOS OS BAND-AIDS DO JOGO!!!!!!!!!!!!!!!!1111111
Isso é um desafio muito grande. Os personagens que aparecem nas cutscenes do jogo são: Meat Boy, o protagonista, Doctor Fetus, um feto que não é amado por ninguém e por isso odeia o mundo, Meat Boy e captura a namorada dele? OK! E temos a namorada de Meat Boy, Bandage Girl (Garota Band-aid?) que é raptada por Dr. Fetus e fica no fim de cada fase. Os personagens são bem construidos e engraçados, por isso eu dou um 9.0 de 10.

O fator replay do jogo é muito bom, você quer completar esse joguinho, por mais tempo que dure, quer jogá-lo, tentar zerá-lo rapidamente, só quer momentos engraçados com seus amigos, os colecionáveis do jogo te fazem voltar, pois são parte importante do jogo, além de ver os códigos para ganhar personagens!!! Dou um grande 10 de 10 nesse fator.

Sem extras.

Nota:
Gráficos: 9.5 de 10
Jogabilidade: 10 de 10
Som: 10 de 10:
Dificuldade: 9.0 de 10.
Personagens: 9.0 de 10.
Replay: 10 de 10.
Extras: 0.0 de 10.

Nota total:
8.2 de 10.
82.14%

Nota em medalhas:
                     ↑
          JOGUE MUITO!!!

Esse é Super Meat Boy, é muito divertido, peguei ele numa promoção por um preço tão baixo que não vale quanto tempo gastarei nesse jogo, por isso esse jogo está:

Share on Google Plus

About Cássio Barcellos

    Blogger Comment
    Facebook Comment