Análise 84: Press X to Not DIE (MENES!)

Que tal um jogo com clima de filme B que tem sua inspiração através do meme "Press X to...". PERFEITO!
Steam: 94%

Vamos começar a análise!

O jogo é 100% em Live-Action, então a parte gráfica será mais sobre atuação, estilo de câmera e efeitos especiais. A atuação é muito ruim, mas é a promessa do jogo, ser como um filme-B, essas atuações escrotas são o charme do jogo, tão ruins que você ri demais. O estilo de câmera é em primeira pessoa e tem cenas que você pode ver o reflexo do cara com uma câmera na cabeça, como a câmera fica se movimentando, você pode ficar tonto, mas tonto mesmo é o modo 1994, que transforma a imagem em pixels, que me deram dor de cabeça. Os efeitos especiais são práticos, e só tem um: sangue feito de ketchup, que é bem exagerada a quantidade, o que não é tão bom. Então dou um 4.0 de 10 para os "gráficos".

A jogabilidade é 100% quick-time events, aqueles do God of War. Eles são simples demais no Easy e Normal, depois eles ficam mais difíceis, o que é bem legal, exceto no teclado, que é um grande lixo, já que os botões são muito separados, então demora bastante tempo para poder saber os botões do hard e Insano, é muito melhor jogar no controle e obviamente mais fácil, mas não pague os 5 reais pelo jogo caso você não tiver um controle. O jogo dura menos de 30 minutos caso você realmente quiser ser rápido, para zerar 100% pode demorar até 3 horas, caso você for bem noob. Dou um 3.5 de 10 para a jogabilidade.

As músicas são licenciadas, então você poderá ver algumas músicas conhecidas, o que é legal, mas a dublagem é pela atuação, então é meio bosta, não tenho muito o que falar, já que é apenas isso. Dou um 5.5 de 10.

A dificuldade é mínima no easy e normal, no controle, o hard e insano até que são médios-difíceis, mas o problema é no teclado, que é impossível zerar o hard e o insano sem morrer, que são conquistas do jogo, eu até que falo bem da dificuldade, dou um 6.0 de 10.

Os personagens estão em três categorias: ajudantes, que você dificilmente esquece e os outros, que ninguém se importa, e o palhaço, que você não esquece nunca.
Um mais absurdo, bizarro e escroto do que o outro, eles não são tão bons. Dou um 4.5 de 10 para eles.

O replay é médio, somente caso você quiser ver 100% das mortes, cenas e etc. Uma coisa é que o troço é um filme, então você já vai saber de tudo. Mas as atuações fazem o jogo ser engraçado toda hora, eu dou um 5.0 de 10.

Os únicos extras são DLCs que dão a trilha sonora e algumas cenas ainda mais escrotas, além do modo 1994 que falei nos gráficos, dou um 2.5 de 10.

Notas:
Gráficos: 4.0 de 10.
Jogabilidade: 3.5 de 10.
Som: 5.5 de 10.
Dificuldade: 6.0 de 10.
Personagens: 4.5 de 10.
Replay: 5.0 de 10.
Extras: 2.5 de 10.

Nota total:
4,4 de 10.
44,28%

Nota em medalhas:
                                                                    ↑
                                                            JOGUE!
Esse é Press X to Not DIE, pode jogar, que é bem engraçado e por pouco foi reprovado.
Ele está:

Share on Google Plus

About Cássio Barcellos

    Blogger Comment
    Facebook Comment