Análise 95: Chroma Squad (MELHOR JOGO BR!)

Hoje eu jogarei mais um jogo brasileiro, mas é muito melhor do que Out There, com uma temática genial e história cheia de humor, Chroma Squad se tornou meu jogo favorito feito no Brasil Brasileiro.

















Steam: 95%
Metacritic: 75%
GameRankings: 77.47%

Para quem não sabe, Chroma Squad é um jogo que simula o funcionamento de uma série de TV Super Sentai, ao estilo de Power Rangers, mas no meu caso, eles são os
É. Que falam "BIRL!" para se transformar e chamam o Megazord de Pobre gritando "Vem Monstro!".

















É bem foda.

Vamos começar a análise!

Como vocês podem ver, o jogo tem gráficos pixelados, que são muito usados nos jogos atualmente. Uma coisa muito legal é que ao começar o jogo, a tela tem um filtro que faz com que ela pareça de uma TV de tubo! Muito legal. Os personagens são customizáveis, existem várias cores para os uniformes, vários tipos de atores, entre eles o David Bowie, a Bulma, o Primo do Cueio, etc.
As animações são muito bem feitas e animadas, mesmo com gráficos 16 bits. Existem ataques especiais que fazem mais movimentação, sendo surpreendente os gráficos desse jogo, além disso, existem vários cenários diferentes para as batalhas e muitos inimigos, desde os simples, que se repetem, até os mais complexos, os bosses e tudo mais. É tão legal ver um jogo com gráficos simples ser complexo (?), com vários efeitos de partículas, uma palheta de cores alta e uma frame rate lisa em computadores mais fracos como o meu, que rodou o jogo a 60 FPS. Perfeito. Por isso eu dou um 10 de 10 para a parte gráfica.

O jogo é um RPG tático de estratégia, como XCOM, Fire Emblem e Final Fantasy Tactics, mas com uma jogabilidade rápida e simples, você clica no personagem, clica aonde ele deve ir e vê o que acontece, clique em um inimigo para seu Ranger atacar e veja quanto de dano ele faz. Isso é o mais básico possível, mas tem muito mais coisas, como audiência, gerenciamento de dinheiro, mensagens sobre processos judiciais e de fãs, marketing, crafting de items fortes, compra de items um pouco piores, customização dos atores e do seu robô, escolher fases, escolher atores, escolher a classe dos personagens, escolher armas, etc. Mas isso é apenas na janela do estúdio, que você pode melhorar, já no campo de batalha
(não esse), as mecânicas se expandem mais. Você tem objetivos secundários, que dão mais audiência e conquistas, como matar o chefe com um ataque finalizador ou terminar a batalha em certo número de turnos. Ao ganhar um pouco de audiência, você pode morfar (ou no meu caso, mofar) e ganhar seus uniformes, ficando mais forte, resistente e podendo usar ataques especiais, como armas e chutes. Quando o inimigo fica gigante, é hora de você usar o megazord, com uma batalha de tentativa ou erro legalzinha, é mais ou menos, mas não estraga a experiência. Por isso eu dou um 10 de 10 para a jogabilidade.

O som é muito bom também, os efeitos sonoros são ótimos, os socos parecem ter peso e impacto, algo difícil com sons 8 bits, as falas são como Undertale, com efeitos sonoros como voz, algo muito legal, que Chroma fez antes. As músicas são incríveis e memoráveis, que são diferentes para as fases, para os personagens e ocasiões, muito foda. Por isso eu dou um 10 de 10 pro som.

Nas dificuldades "Casual" e até "Interessante", o jogo é fácil e é difícil de perder, além dos objetivos serem fáceis de conseguir. Mesmo tendo batalhas complicadas, o jogo é quase impossível de ter Game Over no "Casual", exceto se você é um lixo no gênero. É fácil de melhorar seus status e ataques, para matar inimigos mais rápido, mas enquanto isso eles ficam mais fortes. Por isso eu dou um 8.5 de 10.

Os personagens são memoráveis. Porque você os criou, pelas falas e piadas engraçadas e também memoráveis, pelos ataques diferentes e pelas estratégias que você cria com cada um. Os meus são: David Bowie, o líder. Bulma, a batedora. Escrotinha, a assault. Deadpool, o técnico e Primo, o suporte.

















Os inimigos também são memoráveis, como o Monstráfego, o Homemárvore, a Abóbora Punk, etc. Por isso também dou um 10 para os personagens.

O replay é alto, pelo gameplay viciante, pelos itens variados, história cômica e personagens memoráveis. Não tenho mais o que falar, leia de novo o post e entenderá, ou melhor, jogue o jogo, é R$ 27,99 na Steam! Dou um 10 de 10 para o replay.

Existem vários extras, como itens e objetivos, mas missões e episódios completos não tem tanto assim, por isso eu dou um 9.0, já que são muitas as possibilidades, mas novos rumos para a história e episódios após completar o jogo são poucos.

Nota:

Gráficos: 10 de 10.
Jogabilidade: 10 de 10.
Som: 10 de 10.
Dificuldade: 8.5 de 10.
Personagens: 10 de 10.
Replay: 10 de 10.
Extras: 9.0 de 10.

Nota total:
9.5 de 10.
96.40%

Nota em medalhas:
                ↑
      DOGUE MUITO
















Esse é Chroma Squad, um grande jogo feito por pessoas do Brasil! Um game BR! É incrível, muito bom em todos os aspectos. Agora, tchau, pois vou jogar Chroma Squad.
Esse jogo está:
SEMANA QUE VEM: A Lenda do Herói - O Jogo.
Share on Google Plus

About Cássio Barcellos

    Blogger Comment
    Facebook Comment